segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Questões fundamentais da sociologia. Parte1.


1. O que faz com que o conhecimento científico seja diferente de outras espécies de conhecimento?
(a ciência é um saber metódico e rigoroso, i.e., um conjunto de conhecimentos metodicamente adquiridos, mais ou menos sistematicamente organizado) A ciência tem como finalidade explicar a realidade com base em observação sistemática dos fatos. Dessa forma, a ciência se diferencia da filosofia, por essa basear suas explicações em princípios gerais, especulativos, ou, quando muito, em observação casual de alguns fatos. Diferencia-se da tecnologia, pois o fim da ciência, conforme dissemos, é a explicação rigorosa dos fenômenos, enquanto a tecnologia, utilizando-se do conhecimento científico, busca a previsão e a transformação da realidade. O planejamento pode ser considerado, com certas restrições, a sociologia aplicada na intervenção social – não se recorre exclusivamente a sociologia, e muito mais frequentemente a economia é preferida àquela. Também não cumpre às ciências, em geral, e a sociologia, em particular, dizer o que é correto ou errado – matéria do direito e da ética, mesmo que a ética e a moral sejam, entre outros, objetos de estudo da sociologia.
2. Qual o papel da dedução na investigação científica?
Ainda que a indução cumpra um papel predominante no conhecimento científico, não poderia haver progresso da ciência sem a dedução, i.e., não seria possível a crítica do conhecimento estabelecido sem a formulação de novas idéias não estritamente derivadas da observação. A partir de teorias conhecidas é possível deduzir hipóteses que podem ser testadas, a fim de ou fazer progredir o conhecimento, agregando novos fatos à teoria, ou refutar a teoria, demonstrando sua inconsistência. A dedução é importante quando se trata de áreas pouco ou nada conhecidas, nas quais não é possível avançar senão através de hipóteses formuladas dedutivamente. Contudo, não se pode afirmar que a ciências se baseia apenas na observação imediata dos fatos e que as teorias científicas resultam da acumulação desses fatos. Não existe nada como uma observação imediata dos fenômenos. Toda observação dá-se sobre um pano de fundo de teoria e idéias prévias. Na atitude científica, contudo, não se pode deixar que essas noções prévias superem a evidência dos fatos.
3. Por que se admite que os sociólogos devem procurar ter consciência dos seus valores?
A sociologia, enquanto ramo do saber científico, não é valorativa, i.e., não emite juízos do que é bom ou mal na sociedade. Não cabe a sociologia dizer como a sociedade deve ser, mas constatar e explicar o que ela é. Contudo, a sociologia é realizada por pessoas que certamente possuem seus compromissos morais; e não se pode cobrar que seja diferente. Enquanto sociólogo, por outro lado, esse profissional procura ter consciência desses valores e fazer todo esforço possível para evitar que tais valores interfiram preconceitualmente na sua interpretação e percepção da realidade social.
4. Quais as relações entre história e sociologia?
Primeiramente, a história é uma disciplina imprescindível à compreensão científica da organização social, pois todos os fenômenos sociais ocorrem num contexto histórico e toda história é sempre a história das sociedades. As ciências sociais são herdeiras dos estudos históricos, pois eles correspondiam aos estudos sobre fenômenos sociais, antes do advento de uma atitude científica no estudo da sociedade. Atualmente, a historiografia recorre aos recursos teóricos da sociologia e da economia a fim de poder explicar determinados fenômenos históricos. Por sua vez, a sociologia recorre a pesquisa histórica a fim de subsidiar suas interpretações. Contudo, em pelo menos um aspecto fundamental, a história se distancia da sociologia. A história não é uma ciência, no sentido rigoroso do termo. Embora opere metodicamente, a meta da historia é identificar a autenticidade dos fatos históricos, não buscar regularidades observáveis nos fenômenos sociais. Sendo assim, podemos afirmar que, enquanto o historiador estuda o singular na sociedade, o sociólogo estuda o geral, ou, mais adequadamente, o que é possível de ser generalizado.
5. Se existe uma ciência específica dos fenômenos econômicos, como se justifica que os sociólogos também possam estudar esses mesmos fenômenos?
A economia é uma ciência especializada no estudo dos fenômenos de produção, da distribuição, da circulação e do consumo de bens e serviços escassos. A sociologia também se ocupa dos fenômenos econômicos, só que não os estuda em si mesmos, mas as condições em que ocorrem, conquanto a economia faça parte do mundo social. Podemos dizer, em suma, que nem todo fato social é econômico, mas todo fato econômico é social. E essa condição da economia é suficiente para justificar uma abordagem sociológica do fenômeno estabelecendo relações com outras instituições sociais.
6. Qual a diferença entre sociologia e doutrina social?
A sociologia é uma ciência. Ela compartilha características de uma disciplina cientifica: ela busca a explicação de algum fenômeno, ou conjunto de fenômenos, com base na observação, direta ou indireta, dos fatos que os confirmam. Suas teorias merecem o qualitativo de científico na medida em que suas teorias são confirmadas pela evidência empírica. Ademais, a sociologia, assim como qualquer outro ramo do conhecimento científico, não emite juízos de valor, nem pode dizer como a realidade deve ser; a ela cabe, tão somente, dizer o que ela é e procurar uma explicação empiricamente fundamentada. As doutrinas, por sua vez, não se baseiam na observação dos fatos, mas em idéias de como a realidade presumivelmente é, ou, principalmente, como ela deve ser. Dela não se exige sua demonstração pelos fatos. As doutrinas sociais compreendem ambiciosas projeções históricas de longo prazo. Já as teorias científicas, que dependem da comprovação dos fatos, não podem ocupar-se do futuro, uma vez que o futuro está num domínio do que não pode ser observado. A ciência se limita a algumas previsões na medida em que podem ser atestadas pela observação dos fatos. Nenhuma teoria científica pretendera explicar o que acontecerá no futuro. As doutrinas são indissociáveis da ética social. Elas dizem sobretudo o que a sociedade deve ser, o que nela é justo ou injusto, prescrevem sempre uma ação.
7. Qual a diferença entre problema social e problema sociológico?
O entendimento do que pode ser um problema social é variável. O que é um problema social para um pode não ser para outro. Existem dois critérios, ambos subjetivos, para a identificação de um problema social: o sentimento de indignação moral que um fato desperta em uma parcela significativa da população de uma sociedade, relacionado à alguma idéia de justiça, e o temor de que algum fato represente uma ameaça para a sociedade – tanto uma ameaça para sua existência material quanto uma ameaça para sua existência moral. Um problema social pode ser considerado como tal também ou pela sua origem na sociedade ou suas conseqüências sociais. Por sua vez, um problema sociológico significa problemas de explicação teórica do que acontece na vida social. Não se esgota nos problemas sociais, pois diz respeito também a questões que a sociedade usualmente não considera um problema social. A meta do sociólogo não resolver problemas sociais, mas, ao estudar esses problemas, o que o sociólogo deve pretender é, em ultima instancia, explicá-los.
8. Por que a sociologia, além de ciência, pode ser também uma forma de consciência social?
A sociologia não é apenas um tipo de conhecimento transformável em técnicas que possibilitem algum tipo de controle ou transformação social, mas também um meio possível de aperfeiçoamento do espírito, na medida em que pode auxiliar as pessoas a, de algum modo, compreender mais claramente o comportamento das outras pessoas, a sua situação e seu comportamento com os outros, aos grupos dos quais faz parte e a sociedade como um todo.

9 comentários:

  1. ameiii muiito esse blog, me ajudou bastante beijoss

    ResponderExcluir
  2. Nossa como isso me ajudou á fazer trabalho de sociologia!
    obrigadoo!
    abraços!

    ResponderExcluir
  3. valeu ajudo muito no meu trabalho! obrigado!!

    ResponderExcluir
  4. o criador desse blog é genial, todas as pergutas e respostas do meu trabalho esta aqui!!!

    ResponderExcluir
  5. Maravilhoso, perfeito, ta de parabens quem teve essa ideia de criar esse blog. mim ajudou muiito.
    Valeu.

    ResponderExcluir
  6. ricardo jorge 11 de maio recife.
    Que o Senhor Jesus, continue te abençoando vc e toda a sua familia. pois sou iniciante nesse conhecimento em dez encontro e estou cheio de trabalho, e estava me sentindo sobre carregado, sem saber como começar a achar ideias sobre o assunto, mas te achei e foi como um farol de grande porção de luz. amem estais vivendo o que a sociologia diz; uma ação social eu acho.

    ResponderExcluir
  7. Obg pela sua contribuição que foi muito útil a mim e a outras pessoas. Que DEUS lhe abençoe hoje e sempre.

    ResponderExcluir
  8. Muito bom me ajudou bastante, venho parabenizar a todos os responsáveis por este blog, realmente vocês vem fazendo um belo trabalho

    ResponderExcluir